Lançamentos infantis da Planeta e Paulus

postado por Andreia Santana @ 9:38 PM
28 de fevereiro de 2012

Para quem anda em busca de boas dicas de leitura para crianças, o blog destaca os lançamentos das editoras Planeta Infantil, duas histórias da autora argentina Graciela Repún, e Paulus, uma biografia de Chica da Silva em versão infanto-juvenil.

Confiram as sinopses e fichas técnicas das obras:

Xii! Meu corpo está crescendo

Autora: Graciela Repún

Ilustrações: Viviana Garófoli

Editora: Planeta Infantil

24 páginas / R$ 24,90

Sinopse: Sol é uma garota muito especial e observadora que  mora com a mãe, a avó e um peixinho dourado. Sempre  disposta a fazer novas descobertas, às vezes ela se sente diferente, tem muitas dúvidas e sofre por isso. Como no dia em que foi com sua turma da escolinha conhecer o Museu de Ciências Naturais acompanhada pela avó, porque a mãe trabalhava fora.  Os amiguinhos acharam a vovó de Sol muito velhinha e começaram a fazer perguntas para ela sobre dinossauros, D. Pedro I e Pedro Álvares Cabral… Sem entender direito, ela pergunta: “Vó, é verdade que a senhora é muito velhinha? Sempre foi velhinha e eu nunca percebi?”. A vovó então explica que ela também já tinha sido criança e jovem, mas que quando era pequena os dinossauros já não existiam mais. Para entender melhor a passagem do tempo, Sol olha um álbum de fotos e se vê desde bebê em várias idades e tamanhos. Através das dúvidas de Sol, a autora introduz para a meninada noções sobre mudanças, amadurecimento e respeito às diferenças.

Hunf! Quero, quero… porque quero!

Autora: Graciela Repún

Editora: Planeta Infantil

24 páginas

R$ 24,90

Sinopse: Carla é uma menina como tantas outras, mas quando fica irritada por não ser atendida ela se sente muito diferente. Até mesmo as tonalidades de seu rosto mudam, conforme os graus de nervosismo, como um arco-íris. Como no dia em que seu rosto ficou verde, ao enfrentar a recusa de um colega que não lhe entregou o violão. Ele bem que tentou conciliar, mas a menina explodiu em prantos, até receber o instrumento que exigia. Carla ficou  feliz e calma até que a revolta se voltou contra a mãe, que, no supermercado, não lhe deu as bolachas pedidas. Carla abriu a boca e o show começou. Ficou estirada no chão, berrando, exigindo o doce. Todos que estavam no local olhavam espantados. Sua mãe, sem ter escolhas, saiu correndo do supermercado levando-a o mais rápido que pôde para casa. No caminho para casa, já esquecida da irritação, ela começou a cantar. Mas tudo muda para a mimada Carla quando seus coleguinhas e sua família resolvem espernear e gritar antes e mais forte do que ela…

Chica da Silva

Autor: João Pedro Roriz

Ilustrações: Carol Roscito

Editora: Paulus

40 páginas

Preço: R$ 25,00

Sinopse: O livro tem a proposta de contar a história da ex-escrava Chica da Silva por meio de uma situação paralela, o preconceito enfrentado por um personagem contemporâneo. O livro, narrado em primeira pessoa, conta a história de João, órfão de pai, criado pela mãe e pela avó, que vive matando aula para fazer o que mais gosta: jogar futebol. Porém, ele não leva o menor jeito com a bola, e seu desempenho, assim como a sua cor de pele, rende piadinhas dos colegas. Em um diálogo entre o menino e sua avó, que tenta confortá-lo, motivando-o a acreditar em si mesmo e a superar sua insegurança, é contada a história de vida de Chica da Silva, ex-escrava que sofria preconceito por ter conseguido alcançar um bom lugar na sociedade do seu tempo. “— O povo inventava histórias para justificar a ascensão de Chica da Silva. Afinal, a negra filha de uma africana conquistara o posto mais cobiçado entre as mulheres brancas do Tejuco: ser companheira de um rico contratador de diamantes. Chamaram-na de prostituta e feiticeira, mas o mais provável é que João Fernandes a amasse”, narra a avó. O texto conta detalhadamente cada passo da brasileira e retrata o cenário político e econômico da época, além de destacar como viviam os escravos e a situação das mulheres negras no tempo de Chica da Silva.

Tags: , , , , , , ,

Deixe seu comentário