Autêntica lança mais três obras juvenis

postado por Andreia Santana @ 10:29 PM
18 de maio de 2012

A editora Autêntica lança agora em maio mais três obras juvenis que podem ser consumidas sem moderação pelos adultos. Confira as informações técnicas e sinopses, escolha o livro que mais se identifica com você e boa leitura!

O diário de Gian Burrasca

Autor: Vamba (Luigi Bertelli)

Tradução: Reginaldo Francisco

248 páginas

Preço: R$ 34,00

Sinopse: O livro, escrito pelo jornalista e humorista italiano Vamba (1858 – 1920), é considerado um clássico e foi publicado originalmente entre 1907 e 1908, como folhetim. Conta a história de Gian, um menino de Florença, do começo do século XX, bem travesso e com um olhar crítico sobre a vida e as regras impostas pela repressora escola e pelos adultos. Escrito em forma de diário, o livro é uma metáfora que critica a política, religião e preconceitos da sociedade pequeno-burguesa.

Você é livre!

Autora: Dominique Torrés

Tradução: Maria Valéria Rezende

112 páginas

Preço: R$ 32,00

Sinopse: Dominique Torrés, jornalista e documentarista que faz filmes sobre a escravidão ainda vigente em alguns países no século XXI e que escreve artigos denunciando o problema, une ficção e realidade para contar o drama de Amsy, um menino do Níger, na África Ocidental, que junto com os pais, é escravo de uma família tuaregue (nômades que transitam pelos países do deserto do Saara). Amsy encontra um homem que propõe levá-lo para a cidade, onde ele poderá deixar de ser escravo. O menino então precisa lidar com o dilema de libertar-se enquanto os pais ainda permanecem no cativeiro e também o desejo de encontrar sua irmãzinha, vendida para outro grupo tuaregue.

Retratos da Escola

Vários autores

Organização: Adriano Macedo

88 páginas

Preço: R$ 29,00

Sinopse: O livro reúne contos e crônicas de autores de várias gerações, como Machado de Assis, Raul Pompéia, Affonso Romano de Sant´Anna, Lourenço Diaféria, Branca Maria de Paula, o próprio Adriano Macedo e outros, sobre a vida escolar. Para alguns autores, a escola é um espaço de opressão, enquanto para outros é um tempo de muito lirismo. Os textos abordam temas como poder, medo, delação, corrupção, dúvidas, culpa e arrependimento.

*Com informações fornecidas pela editora

Tags: , , , , , , , ,

Deixe seu comentário