Editora Record divulga principais lançamentos de 2011

postado por Andreia Santana @ 7:53 PM
21 de dezembro de 2010

Umberto Eco

A editora Record divulgou os principais lançamentos da casa para 2011. O destaque ficará por conta do livro Cemitério de Praga, novo romance de Umberto Eco (O nome da rosa, Baudolino, O pêndulo de Foucalt). A obra vendeu quase meio milhão de cópias na Europa.

No catálogo do ano novo, haverá ainda obras de Michel Houellebecq, vencedor do Goncourt 2010; Peter Carey, E.L Doctorow, Antonio Skármeta, Rick Riordan, Hillary Mantel e outros mestres da ficção. Entre os destaques em literatura estrangeira,  haverá ainda livros inéditos dos três mais importantes autores de thrillers: Frederick Forsyth, Scott Turow e John le Carré.

Já as novidades em não-ficção estrangeira trazem inéditos de dois grandes pensadores da atualidade: Jared Diamond, autor de Colapso; e John Gray, de Cachorros de palha e Missa negra.

Na literatura brasileira, há ficção de Edney Silvestre, Alberto Mussa, Raimundo Carrero; e ensaios de Lya Luft, entre outras opções.

Confira a lista completa dos principais lançamentos do ano:

NACIONAIS

Primeiro semestre
BOA VENTURA!, Lucas Figueiredo
Quanto ouro foi levado para fora do Brasil? Quais eram as rotas para escoamento do metal? Quem foram os principais personagens desta saga? Nesta reportagem histórica, o autor conta como a cobiça forjou um país, sustentou Portugal e inflamou o mundo. Uma extensa pesquisa feita em arquivos brasileiros, portugueses e africanos.

LIBERDADE OU IGUALDADE? VOL. 1: O MUNDO EM DESORDEM, Demétrio Magnoli
Nesta obra de fôlego sobre o século XX, o sociólogo Demétrio Magnoli explicará os principais conflitos internacionais das últimas décadas, a partir de dois conceitos do iluminismo em oposição: liberdade e igualdade.

SAGA BRASILEIRA: A longa luta de um povo por sua moeda, Miriam Leitão
Da hiperinflação ao confisco, Miriam Leitão mostra como os brasileiros sofreram até a estabilização da moeda. Um livro definitivo sobre a história econômica recente do país.

PESSOA, José Paulo Cavalcanti
A mais completa biografia já feita de Fernando Pessoa, a primeira escrita por um brasileiro. O autor é dono de uma impressionante coleção de documentos do poeta – cartas, bilhetes, fotografias. Uma obra fundamental, emocionante e precisa.

FILHOS, MANUAL DE INSTRUÇÕES – para pais das gerações X e Y, de Tania Zagury
Dez anos após lançar o best-seller Limites sem trauma, Tania Zagury traz um novo livro para ajudar pais das novas gerações a lidar com os desafios da educação dos filhos.

A RIQUEZA DO MUNDO, Lya Luft
Novo ensaio de Lya Luft sobre a existência, sobre o tanto que desperdiçamos em nossas vidas, mas também sobre o que conquistamos.

NADA PROVA NADA!, Gerald Thomas
O polêmico e genial diretor treatral reúne  suas melhores colunas, publicadas na Folha de S. Paulo.

O SENHOR DO LADO ESQUERDO, Alberto Mussa
Novo romance do premiado autor de O enigma de Qaf  apresenta aos leitores um mistério no Rio de Janeiro de 1910.

OLHO DE VIDRO – A televisão e o estado de exceção da imagem, de Marcia Tiburi
Marcia Tiburi recorre a pensadores como Bauman, Debord e Muniz Sodré para questionar a preponderância da televisão em nossa sociedade.

SERIA UMA SOMBRIA NOITE SECRETA, Raimundo Carrero
Novo romance do escritor pernambucano Raimundo Carrero (A minha alma é irmã de Deus, Somos pedras que se consomem), laureado com os prêmios Jabuti, Machado de Assis (FBN) e São Paulo de Literatura, entre outros.

CANALHA, SUBSTANTIVO FEMININO, Marta Mendonça
Martha Mendonça inverte a lógica brasileira de que todo homem não presta. Seis mulheres relatam em primeira pessoa aonde sua natureza amoral as levou.

Segundo semestre
FELICIDADE É FÁCIL, Edney Silvestre
Novo romance do jornalista e premiado autor de Se eu fechar os olhos agora, vencedor dos prêmios São Paulo de Literatura e Jabuti.

EM SILÊNCIO, Tatiana Salem Levy
Neste novo romance da vencedora do Prêmio São Paulo na categoria estreante com A chave de casa, a paixão de dois irmãos por uma francesa desperta emoções antigas, ligadas à infância dos dois.

FICÇÃO ESTRANGEIRA

Primeiro semestre

A SALA DE VIDRO, Simon Mauer
Um dos romances mais elogiados de 2009 na Europa, A sala de vidro mistura arte, arquitetura, história e uma trama emocionante que se passa nos momentos iniciais do nazismo na Europa. Conta a história dos Landauer, um casal rico da então Tcheco-eslováquia, e sua mansão, uma obra-prima modernista feita de vidro e aço.

A TEQUILA VERMELHA, Rick Riordan
Romance adulto de Rick Riordan, autor da série juvenil Percy Jackson e os Olimpianos, com mais de 900 mil livros vendidos só no Brasil. O livro conta a saga de Jackson “Tres” Navarre em San Antonio, Texas.

WOLF HALL, Hilary Mantel
Grande vencedor do Man Booker Prize relata, na voz do conselheiro real Thomas Cromwell, a convulsão provocada quando Henrique VIII, no desejo de conseguir um herdeiro, decide abandonar a esposa, Catarina de Aragão, e se casar com Ana Bolena.

MIRAL, Rula Jebreal
A jovem árabe Hind Husseini abriga um grupo de órfãos em Jerusalém nos anos 40, mas vários deles entram nos conflitos armados, incluindo sua melhor aluna, Miral. O livro tornou-se filme sob a direção de Julian Schnabel, de O escafandro e a borboleta.

UMA MANHÃ GLORIOSA, Diane Peterfreund
Livro que deu origem ao filme Morning Glory, com estreia prevista para 2011 no Brasil. Harrison Ford encabeça o elenco.

O INOCENTE, Scott Turow
Lançado em 2010 nos EUA e considerado o melhor livro do mestre do thriller jurídico.  Nesta sequência do aclamado Acima de qualquer suspeita, o promotor Rusty Sabich ocupa o banco dos réus duas décadas depois de seu primeiro julgamento.

OS IMPERFECCIONISTAS, Tom Rachman
O livro entrou em várias listas de Melhores de 2010, entre elas a do New York Times e a da Publisher’s Weekly. Jornalistas da equipe de um jornal sediado em Roma precisam conciliar suas vidas particulares com a agitada rotina do trabalho.

SÓS EM BERLIM, Hans Fallada
Na Berlim de 1940, moradores do número 55 da rua Jablonski tentam lidar com o regime nazista trancafiados em uma casa. Até que o casal Quangel recebe a notícia de que seu filho morreu. Eles começam, então, uma campanha silenciosa de resistência.

COBRA, Frederick Forsyth
Um thriller emocionante envolvendo o combate a uma poderosa quadrilha de traficantes de cocaína com negócios por todas as partes do mundo.

HOMER & LANGLEY, E.L. Doctorow
Traduzido para 32 línguas, o romance conta a história real dos irmãos Collyer como uma metáfora dos EUA do século XX. A vida de Homer e Langley Collyer virou lenda urbana para os nova-iorquinos. Órfãos, criaram-se sozinhos: um cego e o outro com mania de colecionar coisas, desde jornais até um carro colocado na sala de jantar.

A MANSÃO DO RIO, Pat Conroy
Do autor de Príncipe das marés. Em 1969, o jovem estudante Leopold Bloom recebe a tarefa de fazer amizade com um grupo de estudantes recém-chegados em sua escola, entre eles brancos, negros, ricos e pobres. As relações que surgirão nesse período os acompanharão pela vida inteira.

O INVERNO RUSSO, Daphne Kalotay
Livro mais disputado da Feira de Frankfurt de 2009, considerado o Dr. Jivago da Rússia pós-soviética. A bailarina Nina Revskaya mergulha em recordações ao conversar com um homem de uma casa de penhores e com um professor de russo em busca de seu próprio passado.

Segundo semestre

NOSSO FIEL TRAIDOR, John Le Carré
Considerado o mais forte romance do autor, é best seller do New York Times e foi eleito um dos melhores do ano pela Publisher´s Weekly. Le Carré leva o leitor ao submundo da lavagem de dinheiro internacional e da máfia russa.

AO PÉ DA ESCADA, Lorrie Moore
Eleito pelo New York Times um dos 10 melhores de 2009, ficou por semanas na lista dos mais vendidos do jornal. Uma estudante emprega-se como babá para um casal boêmio durante as férias, envolve-se com um estrangeiro e sofre forte pressão da família, sobretudo do irmão, que se alista no Exército após 11 de setembro.

SUA FACE ILEGAL, Peter Carey
Duas vezes vencedor do Booker Prize, Carey é um dos mais importantes romancistas da atualidade. Sua face ilegal conta a história de um menino criado pela avó e que pensa ter finalmente encontrado a mãe. Junto com uma desconhecida, ele vai para a Austrália, onde o futuro parece ainda mais incerto.

UM PAI DE CINEMA, Antonio Skármeta
Do mesmo autor de O carteiro e o poeta. Jacques é um jovem professor em um povoado no Chile. Um dia, um de seus alunos pede que ele o acompanhe a um bordel, pois pretende perder a virgindade. Skármeta trata com delicadeza a descoberta da intimidade e do amadurecimento.

O MAPA E O TERRITÓRIO, de Michel Houellebecq
Vencedor do Prêmio Goncourt 2010, o mais importante da literatura francesa. Após o assassinato de um homem – o próprio Houellebecq – um artista de poucas ambições passa questionar-se sobre a vida de artista e a avaliar os conceitos da sociedade sobre a vida e a velhice.

O CEMITÉRIO DE PRAGA, Umberto Eco
Recém-lançado na Itália, o livro vendeu mais de meio milhão de cópias em poucos dias. É considerado o romance mais importante de Eco desde O nome da Rosa. Também possui elementos de suspense, conspirações e assassinatos. A história se passa em Praga no século XIX e tem como cenário central o cemitério judeu da cidade.

EXPURGO, Sofi Oksanen
Vencedora do Livro Europeu do Ano de ficção, Sofi Oksanen é um dos maiores expoentes da nova geração de escritores da Europa. Em Expurgo, ela conta a saga de duas gerações de mulheres marcadas pela violência na União Soviética.

JAN KARSKI, Yannick Haenel
Vencedor do Prêmio Interallié de 2009, é a história de Jan Karski, membro da resistência polonesa durante a Segunda Guerra Mundial, que tenta alertar o mundo sobre o massacre dos judeus promovido pelos partidos fascistas.

NÃO-FICÇÃO ESTRANGEIRA

Primeiro semestre

O TERCEIRO CHIMPANZÉ, de Jared Diamond
O autor do aclamado Colapso faz um retrospecto histórico e mostra que as singularidades humanas que colocam em risco a preservação da vida no planeta têm profundas raízes em nossa ancestralidade animal.

CRIMES, de Ferdinand Von Schirach
Best-seller na Europa, Crimes é o relato ficcional de impressionantes casos reais defendidos pelo advogado criminalista alemão Ferdinand Von Schirach. Um panorama da mente criminosa e da atuação da justiça.

A FUGA DE FREUD, de David Cohen
Após a invasão da Áustria, os nazistas assumiram os negócios pertencentes aos judeus. Para substituir Freud, de 82 anos, foi indicado o químico Anton Sauerwald, de 35. O autor revela os últimos dois anos da vida de Freud e o destino de Sauerwald.

SOLIDÃO, de John T. Cacioppo & William Patrick
O livro explora essa experiência exclusivamente humana, dando uma visão fundamental sobre a importância dos vínculos sociais.

O CONFLITO, de Elisabeth Badinter
Um dos mais polêmicos lançamentos europeus de 2010. Badinter analisa o papel da maternidade no que considera um retrocesso à emancipação feminina. Que perspectiva oferece uma sociedade na qual ter um filho se torna uma diferenciação decisiva?

MAD MEN, Jerry Dela Femina
Um clássico sobre os bastidores do mundo da publicidade em Nova York. O livro tornou-se um best-seller e se estabeleceu como relato cult de uma geração. Livro que deu origem à premiada série homônima de televisão.

RAGA, de J.M.G Le Clézio
O autor, ganhador do Nobel de Literatura, faz um relato geográfico, antropológico e, ao mesmo tempo, poético, da Oceania, continente esquecido e pouco conhecido.

ADIÓS MUCHACHOS, de Sergio Ramirez
Biografia de Sergio Ramírez, vice-presidente da Nicarágua durante o governo de Daniel Ortega e um dos principais personagens da revolução Sandinista.

A ANATOMIA DE GRAY, de John Gray
Autor de Cachorros de palha e Missa negra, Gray é um dos pensadores mais originais do nosso tempo. Nessa reunião de ensaios, ele destrincha temas como o ateísmo contemporâneo, o progresso científico e a razão humana.

OPERAÇÃO MINCEMEAT, de Ben Mcintyre
Primeiro lugar na lista dos mais vendidos do Sunday Times em dezembro deste ano e aclamado pela imprensa européia, o livro faz um relato da impressionante operação inglesa que desviou a atenção dos nazistas para a invasão dos aliados à Sicília.

ASCENÇÃO E QUEDA DO COMUNISMO, de Archie Brown
Segue a história do comunismo desde as raízes no século XIX até sua implantação e declínio. Estudo definitivo da história política e humana mais notável de nossa época.

Segundo semestre

NÃO VIM FAZER DISCURSO, Gabriel García Márquez
Lançado este ano na Espanha, traz discursos e palestras proferidos por Gabriel García Márquez, ganhador do Nobel de Literatura. Boa parte dos textos é inédita.

TERRAS DE SANGUE, de Timothy J. Snyder
Descreve Polônia, Bielo-Rússia, Ucrânia, os países bálticos e partes da Rússia como as “terras de sangue”, áreas com grandes concentrações de judeus que mais sofreram com os assassinatos em massa promovidos pelo nazismo e pelo stalinismo.

O OTIMISTA RACIONAL, de Matt Ridley
O jornalista especializado em ciência Matt Ridley acredita que há motivos para ser otimista com relação aos seres humanos. Um livro que desafia o pessimismo que domina as análises recentes, especialmente as econômicas.

OS MESTRES DA BATALHA, de Terry Brighton
Ensaio sobre a Segunda Guerra a partir das ações e visões dos três principais generais que decidiram o conflito: Bernard Montgomery, George Patton e Erwin Rommel.

O NAVIO DO DESTINO, de Rosine de Dijn
A dramática história do vapor português Serpa Pinto que em 1942 levou de volta à Alemanha os alemães que viviam no Brasil e queriam lutar pelo führer; atravessando o Atlântico no sentido oposto, representou a última rota de fuga para os judeus de Lisboa.

DOS DEMOCRATAS AOS REIS, de Michael Scott
Revela a dramática reviravolta sofrida pela Grécia com a queda de Atenas e posterior domínio de Alexandre, o Grande. Fundamental para se compreender como, na Grécia Antiga, os valores que sustentavam a democracia ruíram em menos de meio século. Mostra a importância de se ficar atento contra possíveis perdas de instituições democráticas no mundo ocidental, que se movimenta em velocidade infinitamente superior.

ANOS VERTIGINOSOS, de Philipp Blom
O século XX nasceu nos 14 anos vertiginosos que antecederam a Primeira Guerra Mundial. Da tremenda expectativa de um novo século antecipado pelo Salão de Paris em 1900 ao assassinato de um arquiduque Habsburgo em Sarajevo em 1914, Bloom faz uma crônica dessa época extraordinária.

Tags: , , , , ,

Deixe seu comentário