Livro infantil baiano é finalista do Prêmio Jabuti

postado por Andreia Santana @ 12:47 AM
21 de setembro de 2012

Cau Gomez traduziu a infância de Pastinha em desenhos

O livro Pastinha – O Menino Que Virou Mestre de Capoeira, do jornalista baiano José de Jesus Barreto e do designer, chargista e artista gráfico mineiro Cau Gomez, que integra a equipe de A TARDE, é um dos dez finalistas da categoria infantil do Prêmio Jabuti. A lista dos indicados para a edição de 2012 da competição – a 54ª desde a sua criação – foi divulgada nesta quinta-feira, dia 20, pela Câmara Brasileira do Livro (veja aqui os concorrentes em todas as categorias).

Publicado pela Editora Solisluna, também baiana e já experiente em participar de outras indicações ao Jabuti, o prêmio literário de maior prestígio do país, Pastinha conta a infância do principal mestre de capoeira angola na Bahia. A obra, além de divertir crianças e adultos, traz informações interessantes sobre a cultura baiana no começo do século XX.

José de Jesus Barreto, que é também autor de um livro sobre a trajetória de Mestre Pastinha depois de adulto, recorre à ludicidade para contar a história de um menino miudinho e franzino, de origem humilde, criado no Pelourinho, que aprendeu capoeira com um velho africano, como forma de escapar das rixas com garotos mais velhos e mais fortes. O texto é completado com maestria pelas ilustrações de Cau Gomez, que reproduz os cenários do Centro Histórico e os fatos mais importantes da vida do mestre de capoeira.

O material que serviu de base para compor a história infantil veio de uma entrevista de 1967, em que o próprio Mestre Pastinha conta sobre sua infância e relembra seu velho mestre, o ex-escravo banto Benedito. A obra é completada ainda por lições sobre os fundamentos da capoeira angola e no final, um glossário ilustrado mostra os golpes mais usados nessa mistura de arte e luta.

Pastinha concorre ao prêmio nacional com autores como Ziraldo, criador do Menino Maluquinho, e Fabrício Carpinejar.

Tags: , , , , ,

7 Respostas to “Livro infantil baiano é finalista do Prêmio Jabuti”

  1. Valdeck Almeida de Jesus  Says:

    Parabéns ao Cau, à Solisluna e ao José de Jesus. A Bahia despontando no cenário nacional. Isto é profissionalismo.

  2. Paulo Lima  Says:

    Sucesso. Sucesso. Sucesso. Estamos precisando destes estímulos literários para a Bahia. Quem sabe, influenciarão esta juventude carente de boas lições.

  3. elyset  Says:

    muda BRASIL , parabéns aos dois….
    que maravilha…..

  4. Élvia Falcão  Says:

    Belo trabalho, orgulho para a Bahia.

  5. alf  Says:

    q bom ver a literatura -infantil, a melhor!- bahiana retomando seu espaço nest q é i cenário emblemático da letra culta: o livro __

  6. |Rosel Soares  Says:

    Ano passado estive na Bienal de Salvador e comprei “O vaporzinho”, também da Solisluna. Desde então virei admirador da editora e dos livros ali publicados. Estou encantado com esta indicação, Solisluna! E parabéns para os artistas. Já vou encomendar um Pastinha para mim. Parabéns! Avante!
    Rosel Soares

  7. susy ianne  Says:

    quero ter esse livro

Deixe seu comentário