Arquivos do Blog


Edufba participa da XXV Feira do Livro de Bogotá

postado por Andreia Santana @ 11:34 PM
20 de abril de 2012

Até 1º de maio, acontece a 25ª edição da Feira do Livro de Bogotá (Colômbia), que este ano homenageia o Brasil com iniciativas como exposições sobre Clarice Lispector e Cora Coralina. A Editora da Universidade Federal da Bahia (EDUFBA) está com dois estandes durante o evento: no Pavilhão das Universidades, no espaço da Associação de Editoras Universitárias da Colômbia, e no Pavilhão do Brasil, no espaço da Câmara Brasileira do Livro.

A EDUFBA completa 20 anos agora em 2012 e o objetivo da editora ao participar da Feira do Livro de Bogotá, um dos maiores eventos culturais da América Latina, é fazer com que suas obras circulem em âmbito internacional. Atualmente, a editora tem um catálogo de mais de 800 títulos publicados nas mais diferentes áreas do conhecimento.

Aqui neste link tem mais informações sobre o evento literário colombiano.


Roland Schaffner lança livro pela EDUFBA

postado por Andreia Santana @ 11:09 PM
16 de abril de 2012

Memoráveis paixões transculturais: euroafromeríndia (EDUFBA), de Roland Schaffner, será lançado no próximo dia 24 de abril, às 19h, na biblioteca do Goethe-Institut (ICBA). Com a intenção de estabelecer a interculturalidade do Brasil, Índia e Alemanha, as atividades culturais realizadas nestes locais entre os anos de 1966 e 1999 são retomadas através de relatos pessoais, documentos, observações sociopolíticas e reflexões teóricas, além de esboços de viagens para estes países, incluindo metrópoles e seus interiores. Fotografias e gráficos acompanham o texto, que revelam os desafios enfrentados por atores culturais e artistas para manter ou conquistar seu espaço e liberdade de expressão.

Ficha Técnica:

Memoráveis paixões transculturais: euroafromeríndia

Autor: Roland Schaffner

Editora: Edufba (Editora da Universidade Federal da Bahia)

301 páginas

Preço: R$ 45,00


Edufba lança nove títulos inéditos em dezembro

postado por Andreia Santana @ 10:05 PM
5 de dezembro de 2011

Rui Barbosa é tema de livro lançado pela Edufba agora em dezembro

A Editora da Universidade Federal da Bahia (EDUFBA) fará seu último lançamento coletivo de 2011 no próximo dia 15, na Biblioteca Universitária de Saúde da UFBA, no Canela. Serão nove títulos inéditos saindo do forno (veja lista e sinopses abaixo). Ao longo do ano, foram cinco lançamentos coletivos, além de dezenas de lançamentos individuais com o selo da editora.

A raposa e a águia: J. J. Seabra e Rui Barbosa na Política Baiana da Primeira República
Autora: Sílvia Noronha Sarmento
Sinopse: O livro traz a história de duas importantes personagens da política baiana durante os primeiros anos de instituída a República: Rui Barbosa (1849-1923), Águia de Haia, e José Joaquim Seabra (1855-1942), a Raposa. Ambos atuaram durante um período conturbado entre a Monarquia e a República, envolvendo a abolição da escravatura e a instalação de um regime político novo no Brasil. A autora analisa as ações destes homens a partir do método histórico-comparativo, identificando elementos de atração e repulsa entre eles.
Preço promocional de lançamento: R$ 25,00

Avaliação e decisão: teorias, modelos e usos
Autores: Robinson Tenório e Rosilda Arruda Ferreira (Org.)
Sinopse: Os trabalhos que compõem esta obra resultaram de pesquisas, dissertações e teses produzidas pelo Grupo de Pesquisa em Avaliação (GA). Estão divididos em duas partes: a primeira traz textos que tem como foco a análise da relação entre avaliação e decisão, a partir de suporte teórico-metodológico consubstancial. A segunda parte apresenta discussões que emergem do resultado de pesquisas empíricas e documentais e debatem avaliação e decisão no seu processo de materialização.
Preço promocional de lançamento: R$ 30,00

Breviário de Antonio Conselheiro (2ª Ed.)
Autores: Walnice Nogueira Galvão e Fernando da Rocha Peres (Org.)
Sinopse: a obra é uma importante referência para os leitores interessados na guerra de Canudos, que aconteceu nos sertões baianos nos primórdios dos períodos republicanos. Em sua 2ª edição, ela traz, nove anos depois da primeira, alguns acréscimos sobre o manuscrito de 1895 e sua sobrevivência. Além dos fragmentos do documento, integram o livro duas apresentações de autoria de Walnice Nogueira Galvão e Fernando da Rocha Peres, que descrevem o manuscrito e tratam de diversas questões sobre o seu conteúdo, sua autoria e as circunstâncias de sua retirada do local da guerra.
Preço promocional de lançamento: R$ 25,00

Desafios do planejamento na construção do SUS
Autores: Washington Luiz Abreu de Jesus e Marluce Maria Araújo Assis (Org.)
Sinopse: fruto de um árduo processo de pesquisa sobre os desafios do Sistema Único de Saúde (SUS) no século XXI, este livro faz uma releitura do pensamento de autores clássicos no campo do planejamento crítico e estratégico e da produção científica na área de Políticas, Planejamento e Gestão em Saúde. Com um olhar crítico, os artigos analisam os entraves e desafios do sistema e da gestão pública de saúde no Brasil em suas inúmeras perspectivas, provendo um debate sobre a necessidade e as possibilidades de uso de instrumentos de planejamento, principalmente na construção do SUS.
Preço promocional de lançamento: R$ 24,00

Ele não joga capoeira, ele faz cafuné: histórias da academia do Mestre Bimba
Autor: Sérgio Fachinetti Doria
Sinopse: Alguns aspectos da diversificada cultura brasileira são desvendados ao longo desta obra. A capoeira, expressão de luta do povo negro e uma arma para a saída das senzalas, no período da escravidão, e os capoeiristas, altamente discriminados e perseguidos, são abordados com um olhar crítico, a partir de lembranças e estudos do autor sobre Mestre Bimba e sua academia. Nascida nos tempos da escravidão e uma arte essencialmente brasileira, a capoeira foi trabalhada de forma sistemática por Mestre Bimba nas décadas de 1920 e 1930.
Preço promocional de lançamento: R$ 20,00

Eletrônica Digital Básica
Autor: Jurandyr Santos Nogueira
Sinopse: o trabalho oferece aos estudantes uma referência elaborada na área de Circuitos Lógicos e Digitais, na tentativa de diminuir a dificuldade em encontrar livros acessíveis, sobretudo em português, relacionados a este assunto que, recentemente, foi incluído no currículo dos cursos técnicos e de Engenharia pelo MEC. Divide-se em: Introdução aos Sistemas Numéricos; Introdução à Álgebra Booleana; Minimização de Circuitos Lógicos; Circuitos Combinacionais; Flip Flop’s e Implementação de Circuitos Lógicos (Field Programmable Gate Array – FPGA’s).
Preço promocional de lançamento: R$ 20,00

Inclusão digital: polêmica contemporânea
Autores: Maria Helena Silveira Bonilla e Nelson De Luca Pretto (Org.)
Sinopse: Extremamente atual e foco de políticas públicas em todos os níveis da administração pública, bem como de instituições públicas, privadas e do terceiro setor, o tema inclusão digital está em plena discussão no Brasil, provocando polêmicas nos mais diferentes âmbitos. Neste contexto, estão os estudos sobre as políticas públicas que promovem o acesso às novas tecnologias de informação e comunicação. Dispositivos móveis e portáteis, redes sem fio e de telefonia móvel são algumas das questões chaves neste debate.
Preço promocional de lançamento: R$ 20,00

Orla oceânica de Salvador: um mar de representações
Autor: André Nunes de Sousa
Sinopse: A obra traz uma análise das representações acerca do trecho da orla oceânica de Salvador, compreendido entre a Praia do Porto da Barra e a Praia de Ipitanga, relacionando-as à produção e aos possíveis modos de interpretação de suas paisagens, tentando compreender de que forma algumas intervenções têm privilegiado trechos do espaço litorâneo urbano, acentuando seu valor de troca e relegando outras áreas da cidade a um segundo plano.
Preço promocional de lançamento: R$ 20,00

Pretas de Honra: vida e trabalho de domésticas e vendedoras no Recife do século XIX (1840-1870)
Autor: Maciel Henrique Silva
Sinopse: Detalhadamente, este livro aborda o processo de urbanização e a vida cotidiana do Recife oitocentista, em particular de suas mulheres: escravas, forras ou livres e mesmo brancas empobrecidas. O objetivo é compor um quadro de experiências sociais das mulheres que serviram como domésticas e vendedoras para senhores de escravos, locatários e patrões.
Preço promocional de lançamento: R$ 30,00

 Serviço
O quê: Lançamento Coletivo EDUFBA – Dezembro de 2011
Quando: 15 de dezembro de 2011, quinta-feira, às 17h30
Onde: Biblioteca Universitária de Saúde da UFBA (Rua Basílio da Gama, s/n, Canela – Salvador, Bahia)
Quanto: entrada gratuita

*As sinopses das obras foram fornecidas pela EDUFBA


História de Negro é o livro do mês da EDUFBA

postado por Andreia Santana @ 11:38 PM
22 de novembro de 2011

Em homenagem ao mês da Consciência Negra, o Livro do Mês EDUFBA – Novembro de 2011 é a segunda edição do livro Histórias de negro, de autoria de Ubiratan Castro de Araújo e publicado pela editora em 2009. A promoção garante 20% de desconto no preço da obra nas livrarias EDUFBA durante todo o mês.

O livro reúne dois aspectos do professor Ubiratan Castro de Araújo: o de contador de histórias e o de historiador.  Através de contos e personagens, o autor revela aspectos variados da história do negro, do escravismo e do racismo.

Ficha Técnica:

Histórias de negro
Autor: Ubiratan Castro de Araújo
180 páginas
Editora: EDUFBA

Serviço:
Onde encontrar: Livrarias EDUFBA (Posto 01 – Canela; Posto 02 – Ondina; Posto 3 – CEAO)
Quando: durante todo o mês de novembro
Preço nesta ação promocional: R$ 20,00


EDUFBA homenageia o Dia Nacional da Consciência Negra

postado por Andreia Santana @ 8:35 PM
19 de novembro de 2011

Primeiro, um pedido de desculpas aos leitores do Luz pela ausência de posts nos últimos dias. Uma licença médica me impediu de manter a atualização do blog. Mas já de volta e recuperada, reestreio com uma notícia em clima de Afro XXI, evento que reuniu líderes de diversos países para discutir a afrodescendência, a luta contra o racismo e as políticas para a igualidade, e que terminou neste sábado, em Salvador, tendo ainda a presença da presidente Dilma Rousseff.

Para homenagear o Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado neste domingo, 20 de novembro, e para lembrar a resistência do negro à escravidão e fomentar debates sobre assuntos relevantes à comunidade, a Editora da Universidade Federal da Bahia (EDUFBA) promove, ao longo da semana, diversas ações baseadas em livros e autores que privilegiam temas da história e cultura afro-brasileira.

Na Semana EDUFBA de Consciência Negra, de 21 a 25 de novembro, a Livraria III, localizada no Centro de Estudos Afro-Orientais (CEAO), oferece ao público desconto de 20% em todas as obras publicadas pela Editora. No CEAO é possível encontrar títulos como África negra: história e civilizações, de Elikia M’bokolo, e A representação social do negro no livro didático, de Ana Célia da Silva, lançado em agosto passado.

No dia 23 de novembro, quarta-feira, a partir das 19 horas, no auditório da Câmara dos Vereadores de Salvador, ocorrerá o lançamento da obra Eu venho de longe: Mestre Irineu e seus companheiros, de autoria de Paulo Moreira e Edward MacRae. O trabalho resgata a memória e a importância de Mestre Irineu e os primórdios do culto religioso que ele fundou.

Já o Livro do Mês EDUFBA apresenta a publicação Histórias de negro, de Ubiratan Castro de Araújo. Até o final de novembro, o público pode adquirir a obra pelo preço promocional de R$ 20,00 em todas as livrarias EDUFBA.

Ainda dentro das comemorações do Novembro Negro, o Espaço do Autor EDUFBA traz uma entrevista com Robério Souza, autor de Tudo pelo trabalho livre! Trabalhadores e conflitos no pós-abolição (Bahia, 1892-1909). A publicação apresenta detalhes sobre a relação entre os trabalhadores, o Estado e as empresas, analisando uma classe trabalhadora em formação, composta principalmente por ex-escravos e seus descendentes e com grande poder de mobilização, organização e resistência.

Fechando a série de homenagens, no site da EDUFBA os interessados podem ler a resenha de Gustavo Ruiz Chiesa para o livro Entre a oralidade e a escrita: a etnografia nos candomblés da Bahia, de Lisa Earl Castillo.

*Com informações enviadas pela assessoria da Edufba


Edufba lança obra sobre Myriam Fraga

postado por Andreia Santana @ 11:28 PM
26 de outubro de 2011

A Editora da Universidade Federal da Bahia (Edufba) lança nesta quinta, dia 27, o livro Poesia e memória: a poética de Myriam Fraga, organizado por Evelina Hoisel e Cássia Lopes. O evento acontece a partir das 18h, na sede da Academia de Letras da Bahia (Nazaré). O livro analisa a obra de Myriam e reúne ainda depoimentos e ensaios sobre a autora, numa coletânea dos trabalhos apresentados durante o Seminário Myriam Fraga, que ocorreu em 2008 na Academia. No final, há ainda uma entrevista que a autora concedeu a Giovanni Ricciardi. E abaixo, publico um dos poemas de Myriam de que mais gosto. Logo na sequência, a ficha do livro:

Penélope

Hoje desfiz o último ponto,
A trama do bordado.

No palácio deserto ladra
O cão.

Um sibilo de flechas
Devolve-me o passado.

Com os olhos da memória
Vejo o arco
Que se encurva,
A força que o distende.

Reconheço no silêncio
A paz que me faltava,
(No mármore da entrada
Agonizam os pretendentes).

O ciclo está completo
A espera acabada.

Quando Ulisses chegar
A sopa estará fria.
(Myriam Fraga)

Ficha Técnica:

Poesia e memória: a poética de Myriam Fraga

Org. Evelina Hoisel e Cássia Lopes

Edufba

320 páginas / R$ 35,00 no evento de lançamento


Os novos títulos da EDUFBA

postado por Andreia Santana @ 11:52 PM
30 de setembro de 2011

Mais 15 obras entraram agora em setembro para o catálogo da Editora da Universidade Federal da Bahia (EDUFBA). As produções contemplam diversas áreas do conhecimento produzido por pesquisadores da UFBA, principalmente, e também de outros centros. Ao todo, a EDUFBA já contabiliza mais de 700 títulos publicados e dispõe de três livrarias próprias, onde também comercializa livros de mais 60 núcleos acadêmicos de difusão do conhecimento. Abaixo, vocês lêem as sinopses – fornecidas pela editora – das novas obras:

História e Civilização

Genildo Ferreira da Silva (Org.)

Resultado das principais palestras e conferências apresentadas no V Colóquio Nacional de Filosofia da História, realizado em 2009, a obra aborda um dos assuntos centrais da filosofia moderna que, atualmente, ressurge com intensa força: a filosofia da história. Trata não da cronologia que registra fatos, mas da tentativa de compreensão da cultura e civilização como experiências humanas temporais.

Caipira sim, trouxa não: representações da cultura popular no cinema de Mazzaropi

Soleni Biscouto Fressato

Este livro aborda os inúmeros estereótipos agregados à imagem do caipira a partir do ponto de vista apresentado nos filmes de Mazzaropi, que, nadando contra a corrente, capturou as contradições existentes nas relações entre a cidade e o campo, revelando, sobretudo, outro lado do espírito paulista, mostrando o cotidiano daqueles que iam contra os valores dominantes. Leva em consideração que um registro fílmico é uma problematização da realidade, não necessariamente um recorte fiel da história.

Laróyè, Exu: imagens e mitos do orixá mensageiro na fotografia de Mario Cravo Neto

Karliane Macedo Nunes

Karliane Nunes apresenta as diferentes abordagens da fotografia em relação aos objetos fotografados. A partir do livro Laróyè (2000), do fotógrafo baiano Mario Cravo Neto, que reúne uma série de fotografias coloridas com o objetivo de homenagear Exu e seus mitos, a autora desenvolveu, sob uma perspectiva multidisciplinar e semiótica, com a teoria geral dos signos de Peirce, a análise de 15 imagens, considerando os elementos icônicos e indiciais.

Stonewall 40 + o que no Brasil?

Leandro Colling (Org.)

Integrante da Coleção Cult, este livro é resultado dos debates no Stonewall 40 + o que no Brasil?, evento promovido pelo Grupo de Pesquisa em Cultura e Sexualidade (CUS) em setembro de 2010. O encontro teve como objetivo discutir e avaliar o movimento LGBT no Brasil, promovendo um diálogo entre os estudos acadêmicos sobre o tema e a comunidade, abordando as políticas públicas e identitárias desenvolvidas após a rebelião de Stonewall.

 

Cultura e Desenvolvimento: perspectivas políticas e econômicas

Alexandre Barbalho, Lia Calabre, Paulo Miguez e Renata Rocha (Org.)

Também integrante da Coleção Cult, esta obra é fruto de reflexões do Grupo de Trabalho Cultura e Desenvolvimento. A partir de uma perspectiva multidisciplinar, este GT teve como objetivo examinar as políticas públicas e seu papel no desenvolvimento das sociedades contemporâneas durante o XIV Encontro de Ciências Sociais do Norte e Nordeste (CISO), realizado pela Fundação Joaquim Nabuco em Recife, em setembro de 2009.

Ser-Tão Baiano: O Lugar da Sertanidade na Configuração da Identidade Baiana

Cláudia Pereira Vasconcelos

Nesta obra, a autora investiga o conceito de baianidade, centrado na cidade de Salvador e em seu Recôncavo. Problematiza a visão da “cultura baiana” amplamente divulgada, inclusive pelas agências de políticas culturais do estado. Compreende a ideia de sertão e os possíveis motivos para a negação de uma tradição sertaneja na Bahia. Tem a obra de Jorge Amado como referência para a construção da ideia de baianidade, o autor Gilberto Freyre como referência da nordestinidade e, por fim, o trabalho de Eurico Alves como principal discurso de afirmação da sertanidade.

Tudo pelo trabalho livre! Trabalhadores e conflitos no pós-abolição (Bahia, 1892-1909)

Robério Santos Souza

Robério Souza aborda a vida dos trabalhadores ferroviários (negros, em sua maioria) no período pós-abolição e nos anos iniciais do período republicano. Acompanha a luta pelos direitos e conquistas sociais, os movimentos trabalhistas, os conflitos e a organização da classe. Apesar de ter como ponto de partida o contexto baiano, na construção da estrada de ferro da Bahia ao São Francisco, esta obra traz reflexões globais sobre o fim do escravismo e a liberdade dos trabalhadores.

A sagração da aparência: o jornalismo de moda na Bahia

Renata Pitombo Cidreira

Resgatando a discussão teórica sobre a moda, esta obra vai além do universo fashion e analisa a abordagem que este fenômeno recebe por parte dos meios de comunicação, sobretudo na Bahia, lançando um olhar interpretativo sobre os jornais A Tarde e Tribuna da Bahia. Analisa também os elementos que contribuem para uma possível aproximação entre a moda e a área da comunicação e o olhar pejorativo muitas vezes lançado ao fenômeno da moda, visto como fator de distinção social.

 

Índios e Caboclos: a história recontada

Maria Rosário de Carvalho e Ana Magda Carvalho (Org.)

Os textos que compõem esta obra buscam revisitar e reconstruir, através de estudos etnográficos, as categorias Índio e Caboclo, em diferentes campos semânticos, tendo como ponto de partida as suas contribuições na formação da nação brasileira. Este livro faz uma retomada de dados históricos para estabelecer a distinção entre os índios e os caboclos, em seus principais pontos, sem deixar de lado seus papéis no candomblé.

*Recebi um exemplar desse livro e em breve publico resenha aqui no blog.

Hospital de Orixás: encontros terapêuticos em um terreiro de Candomblé

Estélio Gomberg

O autor aborda, neste livro, a importância dos grupos religiosos no desenvolvimento das práticas terapêuticas e os processos desenvolvidos nestes grupos. Traz a questão dos cuidados com a saúde nos terreiros do Candomblé e os ritos de tratamentos, inserindo os adeptos desta religião nos debates sobre a promoção da saúde. Por fim, reflete os rumos da saúde no Brasil.

 

Reitores da UFBA, de Edgard Santos a Naomar de Almeida Filho

Lídia Toutain, Marilene Abreu e Ainda Varela (Org.)

Este é o segundo volume da Série Memorial, idealizada em comemoração aos sessenta anos da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Tem o objetivo de agregar, em suas páginas, um pouco da história dos reitores que dirigiram a UFBA ao longo de sua existência, registrando dados biográficos e a contribuição de cada um deles para o crescimento e fortalecimento da Universidade. As mudanças pelas quais a UFBA passou também estão fortemente presentes, assim como o processo de construção desta Universidade, referência no ensino público superior brasileiro.

Godard, imagens e memórias: reflexões sobre História(s) do cinema

José Francisco Serafim (Org.)

José Francisco Serafim reúne, nesta obra, diversos estudiosos da área que exploram o filme História(s) do cinema, um divisor de água na filmografia de Jean-Luc Godard. História(s) do cinema é uma obra multiforme, de aproximadamente 270 minutos de duração. Segundo Serafim, este filme “mostra uma visão particular do cinema, sobretudo ficcional, mesclando gêneros, formatos e suportes, sem falar da presença de uma trilha sonora, que mistura músicas variadas, sons dos filmes apresentados, ruídos diversos e, claro, as vozes – primeiro, a do próprio cineasta e, logo mais, distintas vozes que vêm acompanhá-lo”.

Educação Básica e Trabalho Docente: políticas e práticas de formação

Augusto Cesar Rios Leiro e Elizeu Clementino de Souza (Org.)

Artigos de 28 autores com diferentes formações estão reunidos nesta obra. Os escritos discutem demandas contemporâneas sobre o sistema da educação básica, no que diz respeito às políticas de formação docente, com ênfase na educação infantil e suas práticas educativas. Aborda questões fundamentais e pouco discutidas, como a presença da figura masculina na docência da educação infantil, e questões mais estudadas, como a programação televisiva voltada para crianças.

Educação Superior: impactos nos processos de ensinar e aprender na Universidade

Nádia Hage Fialho (Org.)

Este livro reúne textos de especialistas na área de políticas de educação superior e é resultado do I Colóquio Internacional sobre Ensino Superior, realizado em 2008. Alinha-se com a agenda da Educação no Brasil, ao abordar a profissionalização do professor, as mudanças na vida acadêmica provocadas pelas políticas introduzidas no campo da graduação e da pós-graduação e as dificuldades enfrentadas no exercício do trabalho docente, refletindo sobre estes e outros assuntos propostos.

Ser e não ser da roça, eis a questão! Identidade e discursos na escola

Jane Adriana Vasconcelos Pacheco Rios

Inspirada pelo dilema “ser ou não ser”, de Shakespeare, a autora investiga a forma de viver as identidades e discursos na escola. A complexidade das identidades, de viver as identidades e os discursos na escola. A complexidade das identidades, neste livro concebidas como fragmentadas, contraditórias e em constante fluxo, é estudada através da análise do discurso dos alunos que são da roça e estudam na cidade. Ao falar da roça como um espaço de desenvolvimento, a autora apresenta outro lado da realidade, percebendo que a escola, muitas vezes, não corresponde inteiramente ao seu papel de construtora de cidadãos.

O Vitória é o sétimo, com 39 pontos. O quarto, Americana, tem 44.


Jaime Sodré lança novo livro nesta quarta

postado por Andreia Santana @ 6:26 PM
14 de dezembro de 2010

O livro Da diabolização à divinização: a criação do senso comum, de Jaime Sodré, será lançado em Salvador, nesta quarta-feira, dia 15, às 18h, no restaurante Aconchego da Zuzu (final de linha do Garcia). A publicação sai pela Edufba (Editora da Universidade Federal da Bahia) e aborda os modos de construção e consolidação das representações sociais que levaram à diabolização da mulher e do negro.

O livro percorre desde o surgimento e propagação da concepção do mal, desde os primórdios cristãos, com a ideia de demônio, até o papel da arte e da ci­ência na formação dessas representações construtoras do senso comum. O texto ainda narra como essas idealizações negativas incidem na religiosidade, principalmente a de matriz africana, apontada como fetichista.

A obra de Sodré é direcionado aos estudiosos das representações sociais e aos interessados em reflexões históricas e culturais.

Ficha técnica:

Da diabolização à divinização: a criação do senso comum

Autor: Jaime Sodré

Editora: Edufba

109 páginas / Preço: R$ 28,00 (R$ 25,00 no evento de lançamento)