Arquivos do Blog


The Walking Dead é publicada como revista mensal no Brasil

postado por Andreia Santana @ 4:46 PM
30 de dezembro de 2012

A revista The Walking Dead chegou ao Brasil agora em dezembro com o formato original americano. A publicação traz os roteiros do criador de TWD Robert Kirkman (Invencível, Zumbis Marvel) e arte de Tony Moore e conta os passos do policial Rick Grimes em busca de sua família num mundo devastado por uma praga que transformou a maioria dos seres humanos em mortos-vivos.

A série em quadrinhos se tornou um sucesso absoluto na TV, dando origem ainda a populares games e action figures, além de uma trilogia literária contando as origens do marcante personagem Governador. Desde a estreia, a HQ se tornou um dos maiores sucessos da história da Image Comics, praticamente todos os meses figurando nas primeiras posições do Top 10 de vendas de encadernados nos EUA.

Paralelamente à revista mensal, a HQM Editora continuará lançando os encadernados voltados às comic shops e livrarias. A diferença é que os encadernados trazem em cada volume seis histórias originais.

Sucesso de público e crítica, TWD é ganhadora do prestigiado Prêmio Eagle, vencedora do Eisner Award (o Oscar dos quadrinhos) e premiada com o Troféu HQMix com o título do primeiro volume, Dias Passados, na categoria de Melhor Álbum de Terror.

A série de tv derivada dos quadrinhos, atualmente apresentada pela Fox (no Brasil) e pelo AMC (nos EUA),  ganhará as telas da TV aberta brasileira, pela Band, a partir de 13 de janeiro.

Ficha Técnica:

The Walking Dead

HQM Editora

Preço: R$ 3,90

 


A Tempestade e Macbeth ganham versão HQ pela Editora Nemo

postado por Andreia Santana @ 4:43 PM
26 de outubro de 2012

A editora Nemo, que faz parte do Grupo Editorial Autêntica, acaba de lançar mais duas obras de William Shakespeare no formato HQ. Depois da publicação dos álbuns Romeu e Julieta, Sonho de uma noite de verão e Otelo, é a vez de A Tempestade, com roteiro de Lillo Parra, o mesmo de Sonho de uma noite de verão, e desenhos de Jefferson Costa; e Macbeth, roteirizado por Marcela Godoy, que também assina Romeu e Julieta, com desenhos de Rafael Vasconcellos.

Em A Tempestade, última obra teatral de Shakespeare, o leitor se depara com a sede de vingança de Próspero. Após sofrer um golpe, perder seu posto de duque de Milão para seu irmão, Antônio, ser jogado à deriva no mar e se salvar em uma ilha deserta, Próspero vai lançar mão de todo o conhecimento que dispõe, e até da inocência de sua filha, para arquitetar sua retaliação. Por meio de magia, o ex-duque manipula espíritos, a fim de aproximar seus inimigos da ilha e enlouquecê-los. Mas, para que sua volta ao poder dê certo, ele também terá que contornar Caliban, um ser primitivo, monstruoso, que já vivia na ilha muito antes de sua chegada.

Macbeth relata a vida do guerreiro que dá nome à narrativa. A Escócia e a Noruega estão em guerra, e o rei da Escócia, Ducan, envia à batalha Macbeth, um de seus soldados preferidos por sua lealdade e eficiência. Um dia, porém, este guerreiro e o general Banquo se deparam com três bruxas que revelam uma perigosa profecia, a de que Macbeth se tornaria rei e que os filhos de Banquo tomariam o trono posteriormente. Confuso, o protagonista relata o encontro à sua mulher. Ambiciosa, a Senhora Macbeth planeja sua chegada ao poder e, com sua alta capacidade de persuasão, leva seu marido a cometer o assassinato do rei, o que desencadeia uma reviravolta em sua vida e na corte escocesa.

Segundo a editora, a coleção Shakespeare em Quadrinhos preserva a dramaticidade dos textos originais, com narrativas de cunho fantástico, repletas de espíritos e criaturas mágicas, sentimentos como amor e inveja, conspirações, jogos de poder e ambições características das tragédias shakespearianas.

Fichas Técnicas:

Coleção: Shakespeare em Quadrinhos

A Tempestade

Autor: William Shakespeare

Roteiro: Lillo Parra

Desenhos: Jefferson Costa

64 páginas

Preço: R$ 39,00

Macbeth

Autor: William Shakespeare

Roteiro: Marcela Godoy

Desenhos: Rafael Vasconcellos

64 páginas

Preço: R$ 39,00


Novidades em HQ: Scarface e Uivo

postado por Andreia Santana @ 8:49 PM
22 de maio de 2012

Escrito no final dos anos 20, Scarface (Armitage Trail), romance noir precursor da idade de ouro do gênero, ganha versão em quadrinhos, em edição em português pela Globo Livro Graphics, com trabalho gráfico de Christian de Metter. O romance já foi filmado duas vezes: em 1932, dirigido por Howard Hawks; e em 1983, versão de Briam de Palma, com o personagem principal imortalizado por Al Pacino.

Scarface, o personagem foi inspirado em Al Capone, conta a história de Tony Guarino, que depois de ser treinado pelo governo como assassino de elite, é liberado com um diploma de bom soldado, mas volta à cena com um novo rosto e não necessariamente interessado em servir à comunidade.

Outra graphic novel recém lançada pela mesma editora é a versão HQ do poema Uivo (Howl), de Allen Ginsberg, um dos mais importantes nomes da geração beat. A tradução é de Luis Dolhnikoff e as ilustrações de Eric Drooker.

Publicado originalmente em 1956, Uivo causou polêmica nos Estados Unidos, onde foi proibido e rendeu processos contra o autor e o editor por obscenidade. A radical defesa da liberdade de expressão e das mais diversas causas libertárias, como o direito à diversidade sexual, a luta contra o preconceito racial e a condenação da guerra, alia-se em Uivo a uma poesia próxima da dicção das ruas e distante da linguagem rebuscada adotada pelo gênero na época.

Fichas Técnicas:
Scarface
Autor: Armitage Trais e Christian de Meter
Tradutor: José Geraldo Couto
Editora: Globo Livros graphics
110 páginas
Preço: R$ 34,90

Uivo
Autor: Allen Ginsberg
Ilustrador: Eric Drooker
Tradutor: Luis Dolhnikoff
Editora: Globo Livros graphics
274 páginas
Preço: R$ 34,90

*Com informações enviadas ao blog pela editora


Dica de Leitura: Uma patada com carinho

postado por Andreia Santana @ 10:08 PM
7 de dezembro de 2011

A cartunista gaúcha Chiquinha estreou em livro com Uma patada com carinho, lançado em novembro pelo selo Barba-Negra, da LeYa. Escolhi apresentar o livro como dica de leitura para quem ainda não conhece porque é uma outra vertente da sensibilidade feminina na literatura (e nos quadrinhos), que foge da proposta, por exemplo, do selo Essência, de chick lits e outros gêneros, que mostrei ontem (relembre aqui o post, se a memória anda fraca). O quadrinho reúne algumas das histórias mais divertidas da personagem Elefoa cor-de-rosa, uma paquiderme rosada que não tem papas na língua. Ao lado das amigas Gisbelle, a girafa, e Janete, a ursa políticamente correta, Foa (como é carinhosamente chamada) tenta suportar as agruras do universo feminino.

Chiquinha, que já publicou na Folha, Le Monde Diplomatique, Bravo!, VIP e Gloss, entre outras (a moça não é fraca!), trata, através da sua personagem fora dos padrões, dos dilemas e questionamentos vividos pelas mulheres da nova geração. Amizade, homens, beleza, moda, consumo e sexo são alguns dos temas em evidência, descritos em situações carregadas de senso de humor áspero, irônico e até cruel, em certo sentido…

Ficha Técnica:

Uma patada com carinho

Autora: Chiquinha

128 páginas

Barba-Negra/LeYa

Preço: R$ 34,90


Geraldão em versão livro

postado por Andreia Santana @ 11:36 PM
24 de outubro de 2011

Todas as histórias do cartunista Glauco, publicadas entre maio de 1987 e dezembro de 1988 viraram o livro Geraldão – Espocando a cilibina!, organizado e editado por Toninho Mendes, editor e mentor da Circo Editorial.  A obra tem prefácios do próprio Toninh e do jornalista e historiador Gonçalo Junior. Traz ainda um texto do desenhista e editor Franco de Rosa sobre o traço e o desenho de Glauco e ainda uma história exclusiva do cartunista Laerte para a obra.

Considerado um dos mais ousados cartunistas de sua geração, Glauco, durante os trinta anos de publicação na Folha de S.Paulo divertiu seus leitores com um humor escrachado e irreverente. Sempre muito econômico nos traços, desenhava com objetividade utilizando cenários mínimos. Seus personagens e a maneira de fazer as charges políticas trouxeram leveza e renovação para o humor brasileiro, que passava por um período duro de combate e oposição ao regime militar.

No livro, estão reunidas todas as histórias dos personagens de Glauco (Geraldão, Casal Neuras, Zé do Apocalipse, Doy Jorge, Dona Marta e o Chato), publicadas nas dez primeiras edições da revista Geraldão, em ordem cronológica; além de trazer as dez capas da revista em edição fac-símile, a cores e com algumas das absurdas seções de cartas dos leitores, que muitos acreditavam serem inventadas pelos editores. Há, ainda, páginas e seções avulsas sobre o comportamento social e político da época: o surgimento da aids, os saques a supermercado, as relações familiares, a inflação e o processo de abertura política.

Ficha Técnica:

Geraldão – Espocando a cilibina! Nos gibis da Circo Editorial

Autor: Glauco

Editora: Almedina Brasil

Organização e edição: Toninho Mendes

304 páginas / Preço: R$ 77,00


Barba Negra lança primeiro trabalho solo de Jen Wang

postado por Andreia Santana @ 6:44 PM
7 de setembro de 2011

A editora Barba Negra lança agora em setembro no Brasil, a graphic novel Koko be Good, da desenhista norte-americana Jen Wang. Conhecida por suas webcomics, a desenhista apresenta neste álbum a história de dois jovens com seus vinte e poucos anos: Koko e Jon. A julgar pela sinopse, o álbum parece promissor!

A sinopse – Jon, recém formado na faculdade, quer viver com sua namorada no Peru, onde ela pretende trabalhar como voluntária em um orfanato. Mas, no meio do caminho, ele é literalmente atropelado pelo furacão Koko, uma baixinha bem invocada que, se fosse dentuça, poderia ser uma versão hardcore da Mônica de Maurício de Souza. Koko é uma garota excêntrica com uma atração por encrencas, milhares de projetos pela frente e um bocado de desafetos acumulados, que descobre em Jon uma qualidade que ela não sabe bem como ter: a bondade, nada mais que a bondade pura e simples. Desse encontro, nasce em Koko o desejo de ser boa, mas alguém sabe o que ser bom significa, de verdade?

Quem é? Jen Wang mora em Los Angeles e nasceu em 1984. Formada em sociologia, trabalhou como recepcionista de hotel, assistente de laboratório e até sanduicheira. Koko Be Good é o seu álbum de estreia e obteve crítica positiva nos Estados Unidos; além de ter conquistado vários fãs.


Ficha Técnica:

Koko Be Good

Autora: Jen Wang

Tradução: Cassius Medauar

Formato: 16×23 cm

Editora: Barba Negro

Preço: RS 29,90

*Sinopse da obra fornecida pela editora.


A Divina Comédia ganha versão em quadrinhos

postado por Andreia Santana @ 7:12 PM
3 de junho de 2011

Dante Alighieri. Poeta nasceu em Florença, em 01 de junho de 1265

Neste sábado, dia 04, chega às livrarias uma versão de A Divina Comédia, obra renascentista de autoria de Dante Alighieri, em versão quadrinhos. O lançamento é da editora Peirópolis. O trabalho, que faz parte da coleção Clássicos em HQ, percorre o paraíso, o inferno e o purgatório de Dante a partir das aquarelas do quadrinista Piero Bagnariol inspiradas em imagens célebres de pintores que também se dedicaram a representar a obra clássica. O roteiro é de Giuseppe Bagnariol e o projeto ainda contou com consultoria de Maria Teresa Arrigoni, especialista em Dante Alighieri.

Considerada a grande obra-prima do poeta florentino, A Divina Comédia foi, ao longo de muitos anos, lido e divulgado com o título originalmente dado por Dante: Comédia. Só a partir de uma edição publicada em Veneza, em 1555, é que o adjetivo “divina” passou a fazer parte do título, acréscimo de outro autor célebre da época, Giovanni Bocaccio.

Para o quadrinista italiano radicado no Brasil, Piero Bagnariol, A Divina Comédia é quase a pedra fundamental do idioma italiano. Coube a ele uma cuidadosa pesquisa iconográfica em parceria com seu pai, que realizou um estudo da vida de Dante Alighieri para embasar os roteiros de passagem entre um e outro trecho do poema. Os trechos escolhidos foram publicados na forma original das traduções, que por sua vez, foram escolhidas por Maria Teresa Arrigoni. Ela indicou para o Inferno a tradução de Jorge Wanderley; e para o Paraíso, a tradução de Haroldo de Campos. O Purgatório ficou por conta da tradução de Henriqueta Lisboa, escolha da Peirópolis, editora que cuida da obra da poeta e tradutora modernista.

O posfácio também é assindo por Giuseppe Bagnariol, que detalha o processo de pesquisa do projeto.

Os autores: Piero Bagnariol nasceu na Itália e veio para o Brasil com vinte anos, em 1992. Quadrinista e grafiteiro é um dos fundadores da revista Graffiti 76% quadrinhos, que edita desde 1995, e autor do álbum Um dia uma morte, com roteiro de Fabiano Barroso. Já Giuseppe Bagnariol é médico e grande conhecedor d’A Divina Comédia.

Ficha Técnica:

A Divina Comédia em quadrinhos

Autor: Dante Alighieri

Versão em quadrinhos: Piero Bagnariol e Giuseppe Bagnariol

72 páginas

Editora Peirópolis

Preço: R$ 39,00