Novo romance do angolano Pepetela é lançado no Brasil

postado por Andreia Santana @ 1:35 AM
20 de abril de 2012

A Sul. O Sombreiro, novo romance do angolano Pepetela, chegou às livrarias brasileiras agora em abril, em lançamento da Editora LeYa. A obra é ambientada em Angola, mais especificamente em Benguela e Luanda, nos séculos XVI e XVII, início do sistema colonialista e do tráfico negreiro. O autor se debruça sobre um período histórico pouco conhecido e divulgado sobre seu país. Conduzindo a trama através de personagens-chave na época, o autor, com sua narrativa que flui suave como música e caudalosa como as águas de um rio, mostra a chegada dos europeus em Angola e o início do processo de cristianização dos “povos selvagens”, com todas as suas terríveis consequências.

Ficha técnica:

A sul. O sombreiro

Autor: Pepetela

Editora LeYa

364 páginas

Preço: R$ 44,90


Ciganos, do baiano Rogério Ferrari, é lançado em SP

postado por Andreia Santana @ 1:29 AM
12 de abril de 2012

Uma das imagens do livro Ciganos, registro de Rogério Ferrari no interior da BA

O livro Ciganos, que resulta de um projeto fotográfico do baiano Rogério Ferrari, que entre 2010 e 2011 percorreu 40 municípios registrando o cotidiano e as diferentes condições de vida das comunidades ciganas da Bahia, será lançado em São Paulo, no próximo dia 21 de abril, no Centro de Estudos Universais. Na ocasião, será ainda inaugurada uma exposição com 24 imagens em p&b, registros das andanças de Rogério.

Ciganos surge da convivência e da intenção de Rogério Ferrari de transcender a mera estilização e assim expressar um ponto de vista mais amplo sobre a cultura milenar e a atualidade do povo cigano. A identidade cultural mantida apesar dos séculos de estereotipação e perseguição é o mote que conduz o olhar do fotógrafo nos seus registros. Com 200 páginas e 96 imagens em preto e branco feitas em película, a publicação faz parte do projeto Existências-Resistências, que Ferrari desenvolve há alguns anos e que inclui publicações sobre povos e movimentos sociais. Dentro desse trabalho, já foram feitos ensaios com palestinos, curdos, saarauí (povos do Saara Ocidental), zapatistas do México, além dos sem-terra no Brasil.

Ficha Técnica:

Ciganos
Autor: Rogério Ferrari
Editorial Movimento Contínuo
196 páginas
R$ 80,00


Biografia para os 23 anos de vida de Adele

postado por Andreia Santana @ 7:24 PM
8 de janeiro de 2012

O recordista de biografado mais jovem da atual safra de celebridades relâmpago talvez seja a estrela teen Justin Bieber, que teve direito até a documentário. Agora, é a vez de Adele, que aos 23 anos, quatro de carreira e dois grammys na estante, ganha a sua primeira biografia. Adele – uma vida, publicado em português pela LeYa Brasil, traça a trajetória da artista desde a sua infância até o auge. Tem toda a pinta de caça-níquel, para explorar a paixão e o bolso dos fãs da cantora, que é de fato muito talentosa, mas biografia, gente?! Aos 23 anos, uma vida?!

Tudo bem que a moça tem uma belíssima voz, suas letras sobre dor de cotovelo são, inclusive, autobiográficas, mas acabam servindo também para consolar outros abandonados (as) mundo afora (super me identifico) e ela ainda conseguiu, com sua beleza clássica de musa de Botero, firmar-se como diva em um mundo cada dia mais anoréxico. Ponto positivo para a autoestima das meninas pluz-size! Ainda assim, continuo teimosamente perguntando: biografia?!

A bio de Adele foi escrita por Chas Newkey-Burden, também autor dos livros sobre as vidas de Justin Bieber, Stephanie Meyer (a criadora da saga Twilight) e de Amy Winehouse. Desculpem, mas não dá para levar a sério, e olha que eu gosto de Adele e também gosto de Amy, as duas tocam direto no meu playlist.

O livro traz informações que com certeza os fãs da artista encontram na internet com facilidade, mas como fã que é fã paga por essas coisas, a obra começa bem do começo: infância, as primeiras letras compostas por ela na adolescência, a divulgação inicial das suas canções no MySpace e claro, explora à exaustão os foras que a garota levou. Mas, para conhecer esse capítulo da precocemente malfadada vida amorosa de Adele não basta ouvir as letras da artista com atenção?

Para quem acha que não poderá passar sem ler:

Ficha técnica

Adele – uma vida

Autor: Chas Newkey-Burden

212 páginas

Preço: R$ 29,90


Tribo Parkatejê edita livro para preservar seu idioma

postado por Andreia Santana @ 7:36 PM
10 de dezembro de 2011

Li a notícia na EFE (agência de notícias espanhola).  A comunidade indígena Parkatejê, do Pará, lançou um livro e um vídeo na última sexta-feira, 09, que imortalizam seus hábitos, costumes e cultura de seu povo. A publicação também cria uma gramática de sua língua nativa, o Jê Timbira, para salvá-la da extinção.

O projeto foi idealizado pelo cacique Krohokrenhum, 80 anos, líder da comunidade formada por cerca de 400 pessoas, que vive em uma reserva de 62 hectares no território paraense.

O livro de 196 páginas tem capítulos dedicados aos sábios conselhos de Krohokrenhum – que apesar da idade é ainda quem lídera as caçadas de seu povo – e às histórias de luta, adversidades e conquistas dos Parkatejê. A coordenação do trabalho de mapeamento linguístico do Jê Timbira foi responsabilidade da pesquisadora Leopoldina Araújo, que chegou pela primeira vez à aldeia há 37 anos com o desejo de estudar a língua indígena para um trabalho de pós-graduação.

A iniciativa devia se estender a outras comunidades remanescentes no país.


Livro infantil se inspira nas belezas do Velho Chico

postado por Andreia Santana @ 12:55 AM
2 de dezembro de 2011

A Editora Peirópolis lançou em novembro passado o livro infanto-juvenil Formosuras do Velho Chico, de Lalau e Laurabeatriz. A obra faz o caminho da bacia do São Francisco, ressaltando sua fauna e flora, desde o nascimento do rio, na Serra da Canastra (Minas Gerais). Para desvendar os mistérios e histórias daquelas águas, Lalau transformou em poesia cada uma das espécies que habitam o rio. Cada poema faz menção a um tipo de ave, peixe ou elementos típicos da cultura e do folclore da região, como as embarcações chamadas “gaiolas”, as carrancas, os ex-votos, o “cumpadi d’água”, o “sono do rio” e a “pesadeira”. Já Laurabeatriz foi a responsável por dar vida e cor, em guache sobre papel, aos personagens do livro.

Ficha Técnica

Formosuras do Velho Chico

Autor: Lalau

Ilustradora: Laurabeatriz

44 páginas

Preço: R$ 42,00


História de Negro é o livro do mês da EDUFBA

postado por Andreia Santana @ 11:38 PM
22 de novembro de 2011

Em homenagem ao mês da Consciência Negra, o Livro do Mês EDUFBA – Novembro de 2011 é a segunda edição do livro Histórias de negro, de autoria de Ubiratan Castro de Araújo e publicado pela editora em 2009. A promoção garante 20% de desconto no preço da obra nas livrarias EDUFBA durante todo o mês.

O livro reúne dois aspectos do professor Ubiratan Castro de Araújo: o de contador de histórias e o de historiador.  Através de contos e personagens, o autor revela aspectos variados da história do negro, do escravismo e do racismo.

Ficha Técnica:

Histórias de negro
Autor: Ubiratan Castro de Araújo
180 páginas
Editora: EDUFBA

Serviço:
Onde encontrar: Livrarias EDUFBA (Posto 01 – Canela; Posto 02 – Ondina; Posto 3 – CEAO)
Quando: durante todo o mês de novembro
Preço nesta ação promocional: R$ 20,00


Dança e identidade afrodescendente em livro

postado por Andreia Santana @ 11:12 PM
21 de novembro de 2011

O livro Danças de Matriz Africana – Antropologia do Movimento será lançado no dia 29 de novembro, às 18h30, no Museu Carlos Costa Pinto (Corredor da Vitória). Escrito pelo antropólogo e museólogo Raul Lody e pelo dançarino e coreógrafo Jorge Sabino, além de prefaciado por Lia Robatto, a publicação sai pela Editora Pallas e apresenta as raízes da dança em antigos ritos religiosos.

A obra reflete sobre o modo como as danças populares foram tratadas e usadas no Brasil como meios de controle social nos tempos da colônia e escravidão, mas ao mesmo tempo também serviram de instrumento para o resgate de identidade dos afrodescendentes.

Durante o lançamento, haverá a apresentação do vídeo Danças Rituais do Candomblé, de Sergio Sanz, e a performance Que Diabo é Exu, com criação e concepção de Edileusa Santos e interpretação de  Cezar Nunes.

Fundação Pedro Calmon doa coleção sobre mitos dos orixás

Ainda dentro do tema literatura e consciência negra, iniciado com o post de ontem, representantes de terreiros de matriz africana de Salvador recebem nesta segunda-feira, 21, três livros da coleção Mitos dos Orixás. A doação foi feita pela Fundação Pedro Calmon, dentro da programação do Novembro Negro.  Oxalufã, Oxum e Ibejis são as publicações da editora baiana Solisluna escolhidas para serem presenteadas às comunidades dos terreiros. As obras são de autoria dos escritores Renato da Silveira e Edsolêda Santos e abordam a mitologia africana.


Biografia de Tranquilino Bastos é lançada nesta quinta

postado por Andreia Santana @ 10:16 PM
11 de outubro de 2011

O Semeador de Orquestras – História de um Maestro Abolicionista, do jornalista Jorgem Ramos, será lançado em Salvador nesta quinta-feira, dia 13, às 19h30, no foyer do Teatro do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb – Federação).

A obra é uma biografia do maestro Tranquilino Bastos, construída a partir das histórias contadas pelas filhas dele, explica Jorge Ramos. Segundo o autor, como o maestro já é falecido há 76 anos, poucas fontes ainda estão vivas para resgatar a história do músico empreendedor. Mais de 95% das informações foram baseadas em documentos históricos, cartas pessoais, anotações expressas em documentos familiares, em livros e jornais antigos da cidade, enumera Ramos.

A narrativa começa com as comemorações da assinatura da Lei Áurea, em 13 de maio de 1888, quando Tranquilino desfilou pela cidade à frente de sua filarmônica e acompanhado por uma multidão que festejava o fim oficial da escravidão.

Para compor a obra, Ramos reconstituiu a vida do artista e sua filarmônica; além dos cenários político, econômico, social e cultural da cidade, durante os séculos XIX e XX. Um CD acompanha o livro e traz músicas compostas por Tranquilino Bastos, incluindo hinos, composições sacras e música de câmara.

O lançamento da biografia, que teve apoio do IPAC – Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural – e da Secretaria Estadual de Cultura (Secult) via editais, também ocorrerá em Cachoeira, no sábado (15), às 19h, na última noite da I Festa Literária Internacional de Cachoeira – Flica.

Ficha Técnica:

Semeador de Orquestras – História de um Maestro Abolicionista

Autor: Jorge Ramos

Editora: Solisluna

210 páginas

R$ 50,00 – inclui livro e CD


Planeta lança segundo volume da trilogia O Terceiro Reich

postado por Andreia Santana @ 9:05 PM
6 de outubro de 2011

Invasão de tropa nazista ao gueto de Varsóvia

Essa dica é para os amantes de história. O Terceiro Reich no poder, segundo volume da trilogia do historiador Richard J. Evans sobre o nazismo, já está disponível nas livrarias, em publicação no Brasil pela Editora Planeta. A obra é um compêndio de 1024 páginas, que combina narrativa, descrição e análise dos acontecimentos que consolidaram a ditadura de Hitler, entre 1933 e 1939, no período anterior à II Guerra Mundial. Embora dê sequência ao primeiro livro – A chegada do Terceiro Reich – , pode ser lido de forma independente, mesmo por quem não conhece a obra anterior, mas tem interesse específico nas questões políticas do nazismo.

O livro mostra como Hitler manipulou diversos setores da polícia e do exército até chegar ao cargo de chanceler, transformando a Alemanha em um estado de partido único, direcionado quase que exclusivamente para a guerra e o ódio racial. Em pouco tempo, muitos direitos individuais foram suprimidos, assim como leis até então estabelecidas. Entraram em vigor novas legislações, feitas para legitimar a execução de inimigos, principalmente comunistas e sociais-democratas, num primeiro momento, e posteriormente, judeus, ciganos, negros e homossexuais.

A criteriosa pesquisa de Evans resgata até as piadas políticas que se fazia na época sobre o regime nazista. Não deixa ainda de focar na propaganda nazista por meio das artes, do cinema, da literatura, dos jornais e principalmente do rádio. O autor detalha também as brigas internas pelo poder dentro do Partido Nazi, o sufocamento da Igreja Católica e a campanha de acusações de crimes sexuais cometidos por seus integrantes; além da influência da política nazista na educação escolar, o declínio da ciência com a fuga de cientistas dos países dominadmos e a gradual escassez de matérias-primas. Uma parte importante da obra é dedicada a explicar o ódio dos nazistas pelos judeus e a inclemente perseguição que culminaria no Holocausto.

Quem é – Richard J. Evans é um dos mais destacados especialistas em história da Alemanha na contemporaneidade. Nasceu em Londres, em 1947. Foi professor de história na Universidade Columbia e na Universidade de Londres e atualmente leciona história moderna em Cambridge. Embora tenha vasta bibliografia e importantes prêmios literários e acadêmicos, A Trologia do Terceiro Reich é a primeira obra publicada em português.

Ficha Técnica:

O Terceiro Reich no poder – segundo volume da trilogia de O Terceiro Reich

Autor: Richard J. Evans

Editora Planeta

1024 páginas

R$ 129,90


Livro sobre políticas LGBT será lançado em Salvador

postado por Andreia Santana @ 5:38 PM
1 de setembro de 2011

O livro Stonewall 40 + o que no Brasil? será lançado no próximo dia 8, na livraria Sebo Praia dos Livros (Largo do Porto da Barra), em Salvador, às 18h30. A obra reúne artigos e a transcrição de mesas redondas que avaliam as políticas públicas e identitárias utilizadas para promover o respeito à diversidade sexual e de gênero no Brasil. O evento ocorre na semana que antecede a 10ª Parada Gay da Bahia.

Na obra, estão textos de alguns dos principais pesquisadores e ativistas da área no país, como Edward MacRae (UFBA), Fernando Seffner (UFRGS), Júlio Simões (USP), Richard Miskolci (UFSCar), Berenice Bento (UFRN), Larissa Pelúcio (UNESP), Wilton Garcia (UBC), Osmundo Pinho (UFRB), Deco Ribeiro (Escola Jovem LGBT) e Suely Messeder (UNEB).

A obra foi organizada pelo jornalista e professor Leandro Colling, atual presidente da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura (ABEH – www.abeh.org.br) e coordenador do grupo de pesquisa em Cultura e Sexualidade (CUS), da Universidade Federal da Bahia (www.cult.ufba.br/cus).

Stonewall 40 + o que no Brasil? integra a Coleção CULT, do Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, e foi editado pela Editora da Universidade Federal da Bahia (EDUFBA). O livro custa R$ 30 e também pode ser adquirido nas livrarias da EDUFBA ou demais livrarias, como a Travessa (www.travessa.com.br).

Serviço:

O que: lançamento do livro Stonewall 40 + o que no Brasil?

Onde: Livraria Sebo Praia dos Livros (Largo do Porto da Barra, Salvador)

Quando: 8 de setembro, às 18h30

Quanto: R$ 30,00 o exemplar